Programa de Pós-Graduação em História

Apresentação e Histórico

O Programa de Pós-Graduação em História da UFMG (PPGH-UFMG) foi criado em 1990, com o curso de Mestrado em História. Dez anos depois, em 2000, teve início o curso de Doutorado. Os conceitos de Tradição e de Modernidade balizam as três linhas de pesquisa do Programa: História Social da Cultura (HSC), História e Culturas Políticas (HCP) e Ciência e Cultura na História (CCH).

Em 25 anos, desde o início de funcionamento do curso de Mestrado até o final de 2014, foram realizadas 332 defesas de Dissertações de Mestrado e 112 defesas de Teses de Doutorado, num total de 444 defesas. Os profissionais em estágio de Pós-Doutorado no Programa, com tendência de crescimento (5 em 2008, 9 em 2009, 15 em 2010, 19 em 2011, 9 em 2012, 12 em 2013 e 18 em 2014), são oriundos de instituições de ensino superior de relevância de diferentes estados da federação ou do exterior. Pesquisadores e professores de outras instituições, do Brasil e do exterior, têm-se feito presentes no PPGH-UFMG, participando em eventos e grupos de pesquisa e, ainda, oferecendo disciplinas. Docentes do PPGH-UFMG, por sua vez, integram grupos de pesquisa e eventos no Brasil e no exterior, proferindo conferências, debatendo em mesas-redondas e expondo comunicações, bem como se responsabilizando por disciplinas. Mestrandos e doutorandos do PPGH-UFMG também encontram-se envolvidos nessas atividades de interlocução acadêmica no país e no estrangeiro. Docentes e discentes, ademais, distinguem-se por suas atuações como autores de livros, capítulos, artigos e textos completos em anais. Dentre as publicações vinculadas diretamente ao PPGH-UFMG, destacam-se a revista Varia Historia, publicação fundada em 1985, de responsabilidade dos docentes, que visa constituir-se em um locus de diálogo internacionalizado e multicultural de pesquisadores das várias áreas do conhecimento histórico, e a revista eletrônica Temporalidades, criada em 2009 pelos discentes. Dentre as iniciativas coletivas dos discentes, destacam-se a Oficina de Paleografia e o Encontro de Pesquisa em História da UFMG (EPHIS), realizado anualmente desde 2012. Na organização do EPHIS, atuam também graduandos em História, reforçando a integração entre a Graduação e a Pós-Graduação. Vale destacar que os encontros têm contado com a participação crescente de centenas de estudantes de Graduação e Pós-Graduação de todo o Brasil.

Os largos horizontes visados pelo PPGH-UFMG e as interlocuções que ele procura estabelecer evidenciam-se, ainda, em sua estrutura curricular, que compreende um leque e um arranjo de disciplinas que implicam uma diversidade geográfica, temporal e, mais especificamente, de objetos e perspectivas teórico-metodológicas. Essa diversidade sintoniza-se com o movimento da historiografia e com uma perspectiva cosmopolita que abarca diferentes temáticas e abordagens, sendo refratária a todo tipo de regionalismo ou a temas restritos.

De 1990 aos dias atuais, por fim, a consolidação do PPGH-UFMG foi reconhecida pela CAPES. Nas três últimas avaliações trienais, em 2007, 2010 e 2013, a CAPES concedeu-lhe grau de excelência internacional, com nota 6, e, desde março de 2011, o ingresso no Programa de Excelência Acadêmica, o PROEX.

Acesso rápido

Redes sociais

© 2015 - Pós-graduação em História - UFMG. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: Augusto Carvalho dos Santos e Eduardo Paci Galvão